"A grandiosa Revolução Humana de uma única pessoa irá um dia impulsionar a mudança total do destino de um país e além disso, será capaz de transformar o destino de toda a humanidade."

ѵıѵα! ! ! ! α sgı 80 αησs ѵıѵα ! ! ! α вsgı 50 αησs ∂є яєαłızαçõєs,αѵαηçσ є sυcєssσ
ѵıѵα!!! sєηsєy

sgi

Loading...

Postagens populares

quarta-feira, 6 de abril de 2011

PARÁBOLAS



A mulher pobre e a lamparina

Na Índia antiga existia um reino chamado Magadha, cujo soberano era Ajatashatru. Ele ofereceu centenas de carroças carregadas de potes com óleo de linhança ao Buda.
Ao saber disso, uma mulher pobre também desejou oferecer algo ao Buda. Ela decidiu cortar seus longos cabelos e vênde-los para trocar por óleo, o suficiente para manter a lamparina acesa por metade da noite.
Um forte vendaval surpreendeu o reino naquela noite. Todas as lamparinas se apagaram exceto a da mulher pobre. A luz que ela iradiava, em vez de enfraquecer, tornou-se cada vez mais forte.
Então, Sakyamuni disse que no futuro ela certamente se tornaria buda. Ouivindo isso, o rei Ajatasharu ficou furioso, pois ele oferecera ao Buda uma quantia dez mil vezes maior de óleo do que a mulher pobre.
Essa parábola ensina qe dentre todos os tipos de ofercimentos, aquele que é feito com sinceridade é o que possui o maior valor. Apesar do oferecimento simples da mulher, o Buda percebeu sua fé pura e sincera. O rei, ao contrário, quis impressionar o buda numa demonstração de arrogância.

Fonte:
Terceira Civilização, Edição Nº 403, pág. 10, março de 2002.